Letra Sistema Carcerário Neurônio Sub-consciente

Aquí tienes la letra de Sistema Carcerário del cantante Neurônio Sub-consciente y el video de Sistema Carcerário que puedes encontrar en su disco No-album, . Además puedes encontrar todas las canciones del album No-album de Neurônio Sub-consciente, eso si, no podemos facilitarte la descarga directa de Sistema Carcerário ni de ninguna de sus canciones.


Foto de Neurônio Sub-consciente

Neurônio Sub-consciente

Álbum: No-album
Reproducciones: 30
Añadido: 02-05-2015
Duración: NO Disponible
Etiquetas: NO etiquetas





Letra de la canción Sistema Carcerário


Viver na deten??o, tem que ser homem de a?o
Ceis deve t? achando que isso ? Ibope
Ibope ? trabalhar. Eu encano, eu era loque

Voz no tr?nsito... julgado!
Lance o nome do r?u ao hall dos culpados
Expedindo-se mandado de pris?o, nada mais, cumpra-se

Ningu?m ? de ningu?m, os monstro apetitoso
Onde o processo ? lento e o barato ? louco
Quando ? necess?rio, levar no proceder
? l? que o filho chora, e a m?e n?o v?
A lei do papo reto, a verdade ? a verdade
Onde os bandido conhece, a dor da saudade
De algu?m que chocou, marcou na tua vida
E nem se quer colou, no dia da visita


Uns chamam de inferno, n?o desacredite
Outros diz at?, que ? faculdade pro crime
Mal?cia, solid?o, ang?stia, veneno
Onde os maior dos maior, se moscar, fica pequeno
Oh Pai que Vida Louca! Foi a necessidade
Ajuda os irm?ozinho que sonha com a liberdade
Um processo parado, cansou de esperar
Debatendo com a injusti?a, n?o vai se recuperar
Por quem n?o quer voltar pra casa, tranca a cela, escureceu
A quebrada sente falta e os ? favor n?o te esqueceu
Cadeia sei que ? foda, j? fiquei trancado
Vai desistir nessa altura, do campeonato?

De ser marginal alado pelo certo, consciente
Se errou? Ergue a cabe?a! ? daqui pra frente!
Dentro do sistema, rebeli?o, fudeu
Os agente se esqueceu, todos s?o filhos de Deus
Mete bala, espanca, tranca, s? tua m?e vai sofrer
A fam?lia preocupada, o que pode te acontecer
Outro que vai morrer, o sistema n?o d? sossego
Tarado e *cabueta, entra no espeto

Tem que ser guerreiro, tem que ter instinto
O pilantra n?o tem vez, l? dentro ? sem conv?vio
S? vim mandar um salve A? louco, fica com Deus
A quebrada sente falta e os ? favor n?o te esqueceu!

(Refr?o)
Com ?dio n?o tem paz
Sem paz, tem viol?ncia
O homem sem liberdade, v? que o crime n?o compensa
Rancor n?o vale a pena, adoece o cora??o
Paci?ncia fi de Deus, n?o desacredita n?o!

Baldomero Cavalcante, paci?ncia cadei?o
Ciridi?o Durval, f? no cora??o
No momento eu no mund?o, me acordei deprimido
Lembrei dos ? favor, que t? na porra de um pres?dio
Meu povo ? sofrido, trancado, esquecido
Os papel tudo parado, n?o ? filho de rico
Que tem advogado bom, da melhor qualidade
N?o importa o motivo, logo t? em liberdade
N?o tem grana leva mofo, avisa o governador
Quem ? esquecido l?, sai pior do que entrou
Paci?ncia ? favor, meu Senhor est? contigo!
Mais que Deus, s? outro dele, e outro dele ? imposs?vel

Ergue a cabe?a, bandido, s? a f? te ajuda
Como se recuperar, com alimenta??o injusta?
No poder fila da puta n?o se preocupa canalha
Sistema carcer?rio, a medica??o ? falha
A situa??o prec?ria, s? veneno, na moral
Lota??o, temperatura, mil e quinhentos grau
Psicol?gico mau, os louco vai fazer o qu??
Esquecer os sentimentos, pra n?o enlouquecer

Antes de amanhecer, o caldeir?o vai ferver
Esqueceu que ali tem ser humano, p?, igual voc??
Dos irm?o se esquecer? Jamais! Sou ? favor
Atire a primeira pedra a?, quem nunca errou

(Refr?o)
Com ?dio n?o tem paz
Sem paz, tem viol?ncia
O homem sem liberdade, v? que o crime n?o compensa
Rancor n?o vale a pena, adoece o cora??o
Paci?ncia, fi de Deus, n?o desacredita n?o!

Do Rap, t? no mund?o, mando um abra?o pra todos
Quem sobreviver ali, pra mim j? ? vitorioso
Falar daqui ? f?cil, n? primo?
Olha pros mano, s? ele que ta l? dentro
Sabe o que ? que t? passando
Bota a cara Z? Fulano, voc?, n?o desacredita
Se os louco passar um r?dio
Tem quem embace, sem pregui?a
Danificou muita vida, amargou o gosto do fel
Paci?ncia, f? em Deus, regional de S?o Miguel
Os garot?o t? cruel, ser? que entrou por fama
Ou porque nasceu no estado onde a
Mis?ria toma conta?
De cada beco, viela, m?e chorando com saudade
Um filho foi no caix?o, e o outro atr?s das grade

A gente fica at? tarde, brindando ta?a champanhe
Comemora, tira onda, e s? quem sofre ? nossa m?e
Barato ? cobrado caro, endividado, sem emprego
O crime d? com as duas m?os, pra tomar daquele jeito
Reveja o seus conceito, matador a firma ? forte
Lomba errada no mund?o, l? dentro, vira pacote
Nem tente contar com a sorte
Que os menino ? cr?nio louco
L?ngua de lagartixa, j? sabe, o futuro ? pouco

Acredito, tem chegado, um di?logo nunca ? demais
Representa ante responsa, se organiza pela paz
Barato ? cobrado caro, o crime, ficou pros loucos
Paz, justi?a e liberdade, igualdade para todos

(Refr?o)
Com ?dio n?o tem paz
Sem paz, tem viol?ncia
O homem sem liberdade, v? que o crime n?o compensa
Rancor n?o vale a pena, adoece o cora??o
Paci?ncia, fi de Deus, n?o desacredita n?o!

"Rapaz
V?rios tentaram fugir, eu tamb?m quero
Mais de um a cem, a minha chance ? zero
Eu vou dizer ao crime, nunca mais! "












Letra de Sistema Carcerário de Neurônio Sub-consciente disponible en el álbum No-album en el año 0.
Principales búsquedas para esta canción: Sistema Carcerário Neurônio Sub-consciente, Letra Sistema Carcerário Neurônio Sub-consciente. Sistema Carcerário Neurônio Sub-consciente lyrics
Todas las letras de canciones son propiedad de sus respectivos autores y están disponibles en Dicelaletra.com de manera informativa. No tenemos la canción de Neurônio Sub-consciente "Sistema Carcerário" para descargar gratis en mp3. Dejamos a tu disposición información y letra de Sistema Carcerário de Neurônio Sub-consciente.
Para informar de un error en la letra de Sistema Carcerário, Neurônio Sub-consciente, envia un email a info@dicelaletra.com.


En dicelaletra.com utilizamos cookies para el seguimiento estadístico y para ofrecerte la funcionalidad gratuita que ponemos a tu disposición, si continuas navegando con nosotros estás aceptándo estas condiciones.